Porque não precisamos guardar o Sábado

Prof. João Flavio Martinez

Porque não precisamos guardar o Sábado

RAZÕES PELAS QUAIS NÃO PRECISAMOS GUARDAR O SÁBADO
1) – O Sábado faz parte de um concerto ou pacto entre Deus e o povo israelita:
“Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações como pacto perpétuo. Entre mim e os filhos de Israel será ele um sinal para sempre; porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, e ao sétimo dia descansou, e achou refrigério” (Ex.31:16).
2) – Antes do concerto do Sinai Deus não ordenou a ninguém que guardasse o Sábado:
“E ao homem disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida” (Gn.3:17).
“Pois todos quantos são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanece em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las”Gl.3:10).
“Guardais dias(no caso o Sábado), e meses, e tempos, e anos. Temo a vosso respeito não haja eu trabalhado em vão entre vós” (Gl.4:10-11, parêntesis nosso).
“ concluímos pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei” (Rm.3:28).
ALGUMAS EVIDÊNCIAS BÍBLICAS DE QUE O SÁBADO FAZ PARTE DA LEI
- “E chegado o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da porta das águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o Livro da Lei de Moisés”(Ne.8:1). Observe a expressão “o livro da Lei de Moisés”. Este mesmo livro, denominado de “Lei de Moisés” é, a seguir, assim chamado: “E leram no livro, na Lei de Deus; e declarando e explicando o sentido, faziam que, lendo, se entendesse” ; “E acharam escrito na Lei que o Senhor ordenará, pelo ministério de Moisés, ...”(Ne.8:8; 8:14)
- “Pois Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser ao pai ou à mãe, certamente morrerá”(Mc.7:10). Ora, nós sabemos pôr Êx. 20:12 que se trata do quinto mandamento, e, no entanto se diz que “Moisés disse”.
- “Não vos deu Moisés a lei? No entanto nenhum de vós cumpre a lei. Por que procurais matar-me?” (Jo. 7:19). Onde a Lei proíbe o homicídio? Em Êx. 20:13, dentro dos dez mandamentos. O decálogo é chamado por Jesus de Lei de Moisés.
O apóstolo Paulo chama o decálogo de Lei; “... pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera”(Rm.7:7). Para o apóstolo Lei mosaica e decálogo eram a mesma coisa.

3) – Deus aborrece o Sábado ou qualquer dia ou ato feito legalistamente sem ser acompanhado pela sinceridade e fé:
“Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação. As luas novas, os sábados, e a convocação de assembléias... não posso suportar a iniqüidade e o ajuntamento solene!” (Is.1:13)

4) – Jesus Cristo foi a última pessoa que teve obrigação de guardar a Lei e o Sábado:
“mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo de lei, para resgatar os que estavam debaixo de lei, a fim de recebermos a adoção de filhos”(Gl.4:4-5).

5) – O Sábado faz parte da lei e esta foi por Cristo abolida totalmente:
“e havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz”(Cl.2:14).
“mas o entendimento lhes ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do velho pacto (a Lei), permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que em Cristo é ele (a Lei e tudo o que nela está incluído, no nosso caso o Sábado) abolido” (IICor.3:14). { Grifo do autor}
COLOSSENSES 2:16
“Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo” (Cl.2:16-17).
Para fugir à evidência de Cl.2:16-17, onde Paulo se refere ao Sábado semanal como integrante das coisas passageiras da Lei que terminaram com a morte de Cristo na cruz, os adventistas costumam argumentar que a palavra “Sábado” não se refere ao sábado semanal, mas aos anuais ou cerimoniais de Lv.23. O que não é verdade, pois os sábados anuais ou cerimoniais já estão incluídos na expressão “dias de festa”. Esta indicação mostra positivamente que a palavra SABBATON, como é usada em Cl.2:16, não pode se referir aos sábados festivos, anuais ou cerimoniais. Sendo assim é difícil para os Adventistas sustentar a sua doutrina sabática, desde que temos visto que o Sábado pode legitimamente ser tido como “sombra” ou símbolo preparatório de bênçãos espirituais e não dogmas legalistas (vrs.17).
6) – Estamos em um novo concerto muito melhor, fazendo-se necessário a mudança da Lei:
“Mas agora alcançou ele (Jesus) ministério tanto mais excelente quanto é mediador de um melhor pacto (aliança ou concerto), o qual está firmado sobre melhores promessas” (Hb. 8:6). {Grifo meu}
Faz-se, aqui, necessário uma explicação sobre o nosso novo concerto e a mudança da Lei. Foi o próprio Cristo que instituiu a nova aliança (Mt.26:28) trazendo assim uma nova concepção da vida espiritual que Deus quer que tenhamos. Isso foi tão profundo que os judeus não entenderam e nem aceitaram. A lei dizia: “olho por olho, e dente por dente”. Jesus disse: “não resistais ao mal; mas se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra” (Mt.5:38-39). A mudança que foi feita não exclui nem um til da lei (Mt.5:18), mas uma concepção mais profunda da mesma. Isso nem os Judeus e muito menos os Adventistas entendem. Quanto ao Sábado, a Lei dizia que deveria ser guardado e santificado(Ex.20:8), mas no novo pacto isso muda e o que tem que ser guardado e santificado é o povo de Deus, não só em um dia da semana, mas nos sete. Isso é pelo fato do Sábado ser feito para o homem e não o homem para ser escravo do Sábado (Mc.2:27-28). Todos os dias para os cristãos têm que ser santo e especial, pois em qualquer um desses dias Jesus pode voltar (Mc.13:32). A nova concepção do Sábado é muito mais profunda do que qualquer sabatista possa querer explicar, pois muitas são as mudanças na visão dessa lei da guarda do Sábado. Em Hebreus cap.4 Jesus é o próprio Sábado e é claro que o Senhor reina em todos os dias. Para a Igreja o Sábado, que era o dia da santificação, tornou-se todos os dias. É uma pena que os Adventistas e sabatistas consagram apenas um dia para o Senhor, pois A IGREJA DE CRISTO CONSAGRA TODOS OS DIAS PARA O SEU SENHOR. ALELUIA!!!
A MUDANÇA DA LEI E A LEI DA GRAÇA
Em Romanos 3:31, nos diz: “Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a Lei”. Baseados nesse texto nos é afirmado pelos Adventistas que a Lei não foi abolida e que “Lei” se refere ao Decálogo (Os dez mandamentos Êx. 20). Pois bem, seguindo esse suposto raciocínio (pois o texto acima precisa ser analisado no seu contexto), leiamos: “Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da Lei”(Hb.7:12). Nesse capítulo sete de Hebreus trata-se da mudança de sacerdócio, ou seja, do arônico para o de Melquisedeque: “segundo a ordem de Melquisedeque”, então vemos que, de acordo com os Adventistas, que afirmaram que em Rm.3:31 a lei é o decálogo, então o é aqui também, pois pode até ser o mesmo Paulo que esteja falando. Sendo assim toda a Lei, inclusive o decálogo foi mudado. Vejamos em II Cor. 3:14: “Mas os seus sentidos foram endurecidos. Porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do Velho Testamento, o qual foi por Cristo abolido (Abolir significa: “Revogar, anular, extinguir, suprimir”). Então surge a pergunta: Ficamos sem Lei? Podemos fazer o que quisermos? A resposta é: Negativo, não ficamos sem Lei, mas recebemos junto com o novo pacto uma lei mais tremenda e superior (Hb.8:6) do que algum Adventista jamais sonhou. Leiamos em Romanos capítulo 8:2 “Porque a Lei do espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da Lei do pecado e da morte”. Aleluia! A nossa nova Lei é a do Espírito de Vida, pois que anda no Espírito não entra em condenação (Rm.8:1), estamos na Graça – na Dispensação do Espírito Santo, leiamos: “Como não será de maior glória o ministério do Espírito”(IICor.3:8). Lá em romanos nos fala de uma lei, a do pecado e da morte (Rm.8:2), vejamos que lei é esta. “O qual nos fez também capazes de ser ministros dum Novo Testamento, não da Letra(lei), mas do espírito; porque a letra(lei) mata e o espírito vivifica. E, se o ministério da morte, gravado em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória, como não será maior glória o ministério do espírito? Porque, se o ministério da condenação foi glorioso, muito mais excederá em glória o ministério da justiça. Porque também o que foi glorificado nesta parte não foi glorificado, por causa desta excelente glória. Porque, se o que era transitório foi para a glória, muito mais é em glória o que permanece”. Então, de acordo com Paulo, qual era o ministério da morte? Paulo diz que era o gravado nas tábuas dada a Moisés, ou seja, o Apóstolo mais consagrado da Bíblia esta afirmando que a Lei dada no monte Sinai era o ministério da morte e transitório(passageiro). Por isso nos é deixado claro que a Graça é outra coisa, é a realidade da sombra. Vejamos: “Portanto ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados (sabbaton, referindo-se ao sétimo dia), que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo” (Cl.2:16-17). Aqui Paulo mostra que a Velha aliança era apenas uma sombra e nessa realidade nos vemos o Decálogo representado pelo quarto mandamento – E TUDO ISSO ERA SOMBRA DE UMA REALIDADE BEM MAIS ELEVADA E ESPIRITUALIZADA.
QUAL É A REALIDADE DO SÁBADO?
Se o Sábado é uma sombra há uma realidade. Não quero fazer apologia do Domingo, que é certamente e literalmente tido como o dia do Senhor (Ap.1:10), mas precisamos entender a revelação. O texto de Colossenses nos afirma que as sombras do vrs.16 é Cristo e sendo assim concluímos que Cristo é a realidade do Sábado. Isso é tão verdade que o autor aos Hebreus o confirma: “Porque nós, os que temos crido (em Cristo), entramos no repouso (Sábado ou descanso)... Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: E repousou Deus de todas as suas obras no sétimo dia”(Hb.4:1-4). Ou seja, o autor aos hebreus está dizendo que o nosso descanso ou Sábado é Cristo Jesus, por isso o Senhor se declara Senhor do Sábado (Mt.12). A realidade sabática é viver em Cristo – o nosso descanso, e não ficar “legalistamente” guardando um dia, pois quem tem Jesus tem a realidade.
A LEI DO VELHO PACTO ESTÁ VIVA E NÓS MORTOS
Vejamos isso: “Não sabeis vós, irmãos (pois que falo aos que conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo tempo que vive... Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais doutro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, afim de que demos fruto para Deus (Rm. 7:1,4) “Ora, se já morremos com Cristo, cremos que com ele também viveremos (Rm.6:8). Essa é a revelação, a Lei, o Velho Pacto estão vivos, mas somos nós que morremos com Ele pela fé e assim vivemos uma nova Dispensação. É tão simples que só não entende quem não quer entender. Não há necessidade de ficarmos supondo e supondo, e sim crermos no Apóstolo dos Gentios.
Explica o seguinte o Dr. G. Archer – enciclopédia Ed. Vida, pág. 125:
“...a verdadeira questão é se a ordem sobre o sétimo dia, o Sábado do Senhor, foi transferida (Hb.7:12), no NT, para o primeiro dia da semana, o Domingo, que a igreja em geral honra como o dia do Senhor. De fato, ele é também conhecido como Sábado cristão. O âmago ou cerne da pregação apostólica ao mundo gentio e judaico, a partir do pentecostes era a ressurreição de Jesus (At.2:32). O ressurgimento de Cristo era a comprovação de Deus, perante o mundo, de que o salvador da humanidade havia pago o preço válido e suficiente pelos pecadores e havia superado a maldição da morte. O sacrifício expiatório eficaz de Jesus e sua vitória sobre a maldição da morte introduziu uma nova época ou dispensação da Igreja(Ef.1:10). Assim como a ceia do Senhor(I Cor.11:23-34) substituiu a Páscoa (Mt.26:17-30; Lc.22:7-23), na antiga aliança – “Porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento (novo concerto, pacto, aliança)”. A morte de Cristo substituiu o sacrifício de animais no altar(Jo.19:30, Veja Levítico), o sacerdócio(arônico) (Êx.28), foi substituído pelo sacerdócio supremo de Jesus “segundo a ordem de Melquisedeque”(Hb.7) e fez com que cada crente se torna-se um sacerdote (Ap.1:5), também o quarto mandamento, dentre os dez, que pelo menos em parte tinha natureza cerimonial(Cl.2:16-17), deveria ser substituído por outro símbolo, mais apropriado à nova dispensação - O DOMINGO “Dia do Senhor”.
Os Dez Mandamentos e a Lei de Cristo
O “grande” argumento adventista é que; “os dez mandamentos não foram abolidos, por terem sido escritos nas tábuas, e por isso devemos guardar o sábado que é o quarto mandamento”. A questão é tão complexa que não daria para explanarmos tudo neste breve compêndio, mas precisamos salientar dois pontos cruciais para que o leitor pense e tire suas conclusões:
• Os adventistas argumentam que os textos de Ex. 20 se encontravam escritos nas tábuas trazidas por Moisés, vejam abaixo a foto extraída do livro “Reflexões Sobre o Sermão da Montanha, pág.45”. Isso, embora pareça certo, não é a verdade e os adventistas bem o sabem. A verdade é que o relatado em Ex.20 e Dt. 5 sobre os 10 mandamentos(que nem são idênticos em seus relatos) não se encontravam nas tábuas que Moisés trouxera do monte, pois assim descreve a Bíblia: “E ali esteve com o Senhor quarenta dias e quarenta noites... e escreveu nas tábuas as palavras da aliança, as Dez palavras” (Ex.34:28 – ARA. Obs: A corrigida traz a frase dez mandamentos, mas no seu rodapé coloca uma nota informando ser dez palavras). A verdade bíblica é que os dez mandamentos, além de fazerem parte da Lei, pois “Lei Mosaica e Lei de Deus” são as mesmas coisas – “Sendo que só há um legislador” (Tg.4:12), não se encontrava como afirmam os adventistas. Estamos explicando tudo isso para que o leitor entenda que o argumento que o decálogo é imutável até mesmo por Jesus não tem fundamento. Acredito que o que está descrito em Ex.20 e Dt.5 foi uma interpretação das palavras escritas nas tábuas. Por isso Jesus, como filho de Deus e messias, podia trazer para os homens uma melhor e mais espiritual interpretação do decálogo - e assim o “Rei dos Reis” procedeu.
• Outro ponto é que toda vez que os Adventistas lêem “mandamentos” no NT eles associam a palavra com o decálogo e quem conhece a Palavra sabe que isso é uma inverdade. Veja o que o NT quer dizer quando fala de mandamentos: disse Jesus – “Se me amais, guardareis os meus mandamentos”; “Aquele que tem os meus mandamentos” (João 14:15 e 21); “... relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar, até ao dia em que, depois de haver dado mandamentos por intermédio do Espírito Santo...” (At.1:1-2). Entendamos que os discípulos sabiam muito bem o decálogo e todo o mais da Lei, mas a Bíblia diz que Jesus deu novos mandamentos , mandamentos estes que estão implícitos em todo o NT para que por eles vivêssemos nesta Nova Aliança. A Nova Aliança tem uma Lei própria – A LEI DE CRISTO OU A LEI DO ESPÍRITO (Rm. 8:2; ICor.9:21; Gl.6:2; Rm.3:27). É por essa Lei e no cumprimento desses Mandamentos que nós vivemos e exercemos a graça de sermos verdadeiros Cristãos. Lembremo-nos da exortação paulina: “Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Receio de vós tenha eu trabalhado em vão para convosco... De Cristo vos desligastes vós que procurais justificar-vos na lei, da graça decaístes” (Gl. 4:10-11; 5:4 – ARA).
7) – No novo concerto, sob qual estamos (Hb.8:6), não existe mandamento para guardar o Sábado embora encontremos todos os outros do decálogo, leiamos:
“Perguntou-lhe ele: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; honra a teu pai e a tua mãe; e amarás o teu próximo como a ti mesmo. Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado; que me falta ainda? Disse-lhe Jesus: Se quereres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me. Mas o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste; porque possuía muitos bens” (Mt.19:18-22).
É evidente que, na opinião dos sabatistas, uma das mais importantes doutrinas é a da guarda do Sábado. Se for tão importante, então seguramente teria de haver menção do mandamento no Novo Testamento. Todos os outros mandamentos do decálogo são repetidos muitas vezes, porém o fato é que não encontramos o mandamento sobre o Sábado no Novo Testamento nem sequer uma vez. No caso do jovem rico, Jesus enumerou a maioria dos mandamentos, mas deixou de fora o mandamento sobre o sétimo dia. Se este mandamento é o mais importante como dizia a Sra. White porque não é mencionado sobre a guarda deste dia no NT?
8) – O apóstolo Paulo era apóstolo dos gentios, mas nunca ensinou ninguém a ficar guardando dias. Muito pelo contrário, ele afirmou que se alguém ficar guardando dias o evangelho da graça é inútil para essa pessoa:
“Guardais dias(no caso o Sábado), e meses, e tempos, e anos. Temo a vosso respeito não haja eu trabalhado em vão entre vós” (Gl.4:10-11). {Grifo meu)

9) - Os sabatistas condenam quem não guarda o Sábado e afirmam que esta pessoa não será salva. “Santificar o Sábado ao Senhor importa em salvação eterna”. (Livro: Testemunhos Seletos, vol. III pág.22, EGW ed1956).
O apóstolo Paulo da uma dura repreensão para estas pessoas que condenam os seus irmãos:
“Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai; mas estará firme, porque poderoso é o Senhor para o firmar. Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente convicto em sua própria mente” (Rm.14:4-5).
“Portanto não nos julguemos mais uns aos outros; antes o seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao vosso irmão” (Rm.14:13).
Sabemos de dezenas de histórias de pessoas que ficaram endividadas e chegaram até a passar necessidades e sabe por que? Os sabatistas proibiram o irmão de trabalhar naquela determinada firma, pois lá se trabalhava aos sábados. É impressionante como uma doutrina chega a ser extremista e a prejudicar a comunidade. Esse tipo de religiosidade chega a ser um perigo para a sociedade. Ainda bem que existe as verdadeiras Igrejas de Cristo para ensinar a verdade para as pessoas. A verdade é libertadora (Jo. 8:32) e não opressora como esta doutrina. As pessoas procuram as igrejas para tirarem o fardo pesado das costas (Mt. 11:28-30) e muitas vezes ao chegarem lá os seus fardos não se aliviam e sim ficam mais pesados. É o coso de quem se achega a igreja Adventista, pois quem não guarda o Sábado está fora da comunhão e doutrina da igreja. Os líderes condenam veementes os que ali no meio não cumprem a guarda deste dia. Isso é muito triste!

33 comentários:

Deylla disse...

Sou Adventista do Setimo dia e digo a vcs que guardamos o Sabado porque acreditamos que a LEI ainda é valida, se desonrar-mos ela, então para que cumpriremos as outras? se esse devemos matar ou roubar? ou ainda, devemos cobiçar a mulher de nossos irmãos da igreja? respeitamos a decisão de cada um. "O Sábado foi feito por causado homem. Não o homem por causa do Sábado.” Marcos 2:27
Essa Frase é do novo testamento, será que se foi avisado muitas e muitas vezes em nossas biblias devemos mesmo assim ANULA-las de nossas vidas? eu acredito que não. Adventista do Setimo dia, Adventista= Advento.. acreditamos na segunda vinda de Cristo e para isso reservamos um dia por semana para AJUDAR os outros.

Anônimo disse...

Celio Os Adventista devriam ler mas o Novo Testamento e Principalmente o Livro dos Gálatas. só uma pergunta pra voces será que voces guardam mesmo o Sabado? será que voces mente? será que voces honram pai e mãe que é o único mandamento com promessa? será que voces guardam mesmo os dez mandamentos? meditem porque se não estará de igual pra igual com todos

Maria das Graças disse...

Maria das Graças
Quando Cristo em Si cumpriu toda lei, nos deixou o mais importante dos mandamentos "amar o próximo como a nós mesmos", com isso há o cumprimento de todos os mandamentos pois quem ama não mata, honra, não cobiça, não adultera... enfim amados adventistas não fundamentem sua fé em um só dia, sejam santos todos os dias na presença do Senhor e depositem sua fé Naquele que é maior que o sábado ou qualquer dia da semana. Que Deus os abençoe e abra vosso entendimento.

gustavo disse...

caros e sinceros amigos crentes em Cristo, como eu. muitas vezes nos atemos a tantos "detalhes", não que doutrinas sejam, pois são fulcrais, cruciais, pro bom andamento, seja de uma empresa, ou de nossa própria vida, mas olhemos firmemente na mensagem aos gálatas, postulada por Paulo, o maior evangelista da história,exceto Cristo, que diz: "pelos frutos vos conhecereis", portanto se nós possuímos tais frutos, bondade, mansidão, etc, estamos objetivamente no caminho correto, ou seja da salvação eterna, ou se ainda não, Deus nos guiará a toda verdade, no momento ideal, pois com sua e minha sinceridade, humildade, assim poderemos dizer: " já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim". sou adventista, 26 anos, e creio não somente no sábado, mas em todos os mandamentos divinos pois já haviam mesmo no céu, foram apenas "escritos" pelo Seu DEDO no sinai, pra lembrar seu povo, que estava cada vez mais longe do mesmo. por isso a recordança: "lembra-te....." obrigado e que Deus esteja conosco!!!

Ronaldo Echevenguá disse...

Se não devemos guardar o sábado que é um mandamento do AT, porque devemos dar o Dízimo, já que este não é ensinado em nenhum versículo do NT? aliás, temos apenas quatro passagens no NT referindo-se ao dízimo, e temos outra passagem no NT falando "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria." (2Cor 9:7).

Como o Senhor explicaria isso na sua Igreja?

Engraçado que não Sou Adventista, mas vejo distorcerem ( Interpretarem ) as passagens Bíblicas a favor de si próprios... Entender a palavra sagrada esta além de fazer estudos Bíblicos, esta em receber de Deus a direção e orientação, de ser realmente entregue a Deus.

Fiquem com Deus.

Anônimo disse...

Se já existiam os mandamentos da lei no céu, como o Ronaldo acima diz, então Deus guardou para ele, pois vejam o que a bíblia diz:

- Dt. 5: 2-3 - O Senhor nosso Deus fez um pacto conosco em Horebe. Não com nossos pais fez o Senhor esse pacto, mas conosco, sim, com todos nós que hoje estamos aqui vivos.
Dt. 5: 15 - E tens de lembrar-te de que te tornaste escravo na terra do Egito e que Jeová, teu Deus, passou a fazer-te sair de lá com mão forte e braço estendido. É por isso que Jeová, teu Deus, te mandou observar o dia de sábado.


Viram só, a lei do velho pacto, e o sábado que estava incluido nela, foram dados aos judeus, conforme exposto acima, agora vejam abaixo como João chama os que querem se fazer de judeus, sem serem:

Ap. 2: 9 - Conheço a tua tribulação e a tua pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que dizem ser judeus, e não o são, porém são sinagoga de Satanás.


Agora vejam só os mandamentos abaixo, e vamos refletir:

1) (Êxodo 20:3) Não terás outros deuses diante de mim.
5) (Êxodo 20:12) Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.
6) (Êxodo 20:13) Não matarás.
7) (Êxodo 20:14) Não adulterarás.
8) (Êxodo 20:15) Não furtarás.
9) (Êxodo 20:16) Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
10) (Êxodo 20:17) Não cobiçarás a casa do teu próximo; não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

- No céu esses mandamentos serveriam pra quem? Pros anjos ou pro próprio Deus? Difícil né, principalmente no décimo que diz para não cobiçar a mulher do próximo, nem o seu jumento... Ora, Cristo disse que no céu não se casam e nem se dão em casamento, portanto, totalmente refutado tal heresia, que não tem base bíblica.

Rondônia.

Anônimo disse...

Desculpa, quem disse que a lei já existia no céu, foi o Gustavo, porém, estamos sob um novo pacto, o da graça em Cristo, onde tudo se fez novo, vejam abaixo em hebreus 8 (v. 8, 9 e 13):

8 Porque repreendendo-os, diz: Eis que virão dias, diz o Senhor, em que estabelecerei com a casa de Israel e com a casa de Judá um novo pacto.
9 Não segundo o pacto que fiz com seus pais no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; pois não permaneceram naquele meu pacto, e eu para eles não atentei, diz o Senhor.
13 Dizendo: Novo pacto, ele tornou antiquado o primeiro. E o que se torna antiquado e envelhece, perto está de desaparecer.


Os adventistas sabem disso, porém, se aceitarem a verdade bíblica, não vai sobrar pedra sobre pedra nessa igreja. A doutrina adventista, só é sustentada pelas visões da Ellen White e seus livros, que é uma luz menor, conforme eles mesmos dizem, porém, ao passar pelo crivo da luz maior (palavra de Deus), a mesma não se sustenta, se desvanecendo, pois são sombras do que haveria de vir. Os judeus até hoje vivem como se Cristo não tivesse vindo, guardando sábados e leis do velho pacto, não entrando no verdadeiro descanso de Deus, que é Cristo ressuscitado e vivo.

Rondônia.

MrANTIHERESIAS disse...

A VERDADE É QUE O ÚNICO GRUPO NA FACE DA TERRA QUE GUARDA O SABADO CORRETAMENTE CONFORME A LEI(TORAH),SÃO OS JUDEUS ORTODOXOS,FORA ESTE GRUPO NÃO HÁ OBSERVANTES FIÉIS,E OS ADVENTISTAS SÃO O PIOR DOS GRUPOS SIMPATIZANTES DO SHABATH,POIS ALÉM DE ELES PRÓPRIOS VIOLAREM O 4 MANDAMENTO,CONDENAM PESSOAS QUE NÃO OBSERVAM,O PIOR DE TUDO É QUE OS ADVENTISTAS GUARDAM O SABADO NÃO COM BASES BIBLICAS,MAS SIM COM BASES NOS ESCRITOS HERÉTICOS DE ELLEN G WHITE.SENDO ASSIM SÃO PERFEITOS HIPÓCRITAS.

Anônimo disse...

Céu e Terra passarão...mas sua palavra não passará!...
Pena que os queridos irmãos de outras denominações se deixaram corromper pela babilônia de apocalipse 17...Agora já estão como ela mudando os tempos e a lei... e bebendo do seu furor...o sangue dos justos...JESUS, SENHOR DO SÁBADO, EM SINAL DE HUMILDADE HONROU ESSE DIA RESCITANDO NO DIA POSTERIOR AO SÁBADO, o domingo dia do deus sol, ki constantino mudou e o colocou como santo e vcs aderiram, cuidado, irmãos!
Ah, e quanto a Ellen White, ela nos é como uma luz menor...somos guiados pela BÍBLIA!
Acaso vcs, que guardam o dia do deus sol,não tem profetas?

Paulo disse...

Bem, em primeiro lugar eu quero dizer que eu não guardo nenhum dia, todos os dias para mim são santo ao senhor, eu me adimiro que a Biblia fala que é o amor que cobre mutidões de pecados, e foi por amor que Deus nos deu uma oportunidade a Bíblia diz que não foi pelas obras da lei qu fomos justificados mas sim pela fé, Rm 3.28 concluímos pois que o homem é justificado pela fé sem as [obras da lei]. Gl 2.16 sabendo, contudo, que o homem não é justificado por [obras da lei], mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por [obras da lei]; pois por [obras da lei] nenhuma carne será justificada. Gl 2.16 sabendo, contudo, que o homem não é justificado por [obras da lei], mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por [obras da lei]; pois por [obras da lei] nenhuma carne será justificada.

Anônimo disse...

pera ai meu amigo, sua referencia de Galatas 4 é completamente sem fundamente, isso sim é forçar a barra para mostrar o seu ponto, guardar dias, nao tem nada haver com a guarda do sabado e sim com o tempo de existencia da lei. Eu sou pastor e nao sou Adventista, mas nao tenho a coragem de outorizar nehuma das minhas ovelhas e dizer a elas, voce nao precisa guardar esse mandamento, eu garanto!! Eu nao tenho essa coragem. Jesus me condenaria ao inferno por estar guardando o Sabado? e se guardar o Sabado for mesmo importante para Deus? Se nao for importante, acho que ele vai me abraçar, mas e se for e voce nao obedecer. Dos 10 mandamentos apenas 1 nao precisa de obedecer? Os discipulos guardavam o Sabdo, a mae de Jesus guardava o Sabado, Paulo guardava o Sabado, Jesus guardva o Sabado. Mas eu nao preciso? Nao existe 1 versiculo sequer abolindo os 10 madamentos!!!!

Pregador Manassés disse...

Não é necessario guardar o sabado, porém, mesmo que o domingo seja o dia do Senhor, nem todos estão guardando, a verdade muitos cristaos criticam os adventistas mas também não guardam nem sabado, nem domingo nem dia nehum!
Mas guardar o sabado nao é necessario, isso a biblia garante, paulo nunca ensinou que deixar de guardar o sabado vai anular nossa salvação! A biblia ensina que basta crer e após perdoado permanecer se guardando e se santificando para Deus e assim chegaremos ao céu. Mas os que guardam o sabado estão "talvez" perdendo seu tempo.

Anônimo disse...

os adeventistas guadam o domingo sem saber porque esta escrio meu povo sofre por nao ter conhecimento se eles gosta de ir pelo certo deveriao guardar a sexta feira porque na biblia esta escrito que o profeta parou o sol e a lua por um dia leiam a biblia com sabedoria e nao com vendas

Anônimo disse...

Eu acho que Deus Não nos fez para quarda o sábado, mas ele nos fez para ama-lo. É com esse amor que ele nos deu os mandamentos, para que os guardasimos, Jesus disse que não muda, porque se ele mudase ele seria mentiroso, e Jesus não é mentiroso, ou para vocês Jesus é mentiroso? como Jesus diria algo e não era para nós seguir. Temos sempre que segui os passa Jesus em tudo.
Mas eu não entendo porque Deus iria tirar um mandamento só, se eles foram feitos em 10.
Jesus falou que não veio revogar a lei dos profetas, mas sim para comprir MATEUS 5:17.
Se ele veio cumprir porque ele mudou?
....

Anônimo disse...

ENTÃO A LEI FOI ABOLIDA "OBA" VIVEMOS LIVRES SEM A LEI QUE APONTAVA O PECADO, OU SEJA NÃO EXISTE MAIS PECADO, PORQUE O PECADO É A TRANSGRESSÃO DA LEI, E COMO NÃO EXISTE LEI VAMOS CORRER NAS ESTRADAS A 200 KM POR HORA PASSAR EM SINAL VERMELHO, USAR AS CALÇADAS COMO AUTO ESTRADA, QUE BELEZA LIBERTINAGEM AFINAL, DEMOS GRAÇAS A JESUS QUE NOS LIVROU DA LEI, VAMOS ADULTERAR A VONTADE, MATAR, ROUBAR, BATER EM NOSSOS PAIS CADUCOS. MEUS IRMÃO ANTES DE TUDO JESUS FOI O NOSSO SUBSTITUTO E EXEMPLO, ELE CUMPRIU EM SUA VIDA A LEI, POIS É A LEI QUE LEVA A ELE.

Anônimo disse...

Nossa eu acho que a palavra de Deus é complexa e nos em nossas humildes sabedorias não conseguimos entrar em acordo,por isso tantas denominações com varias doutrinas diferentes, então vamos servir ao Senhor e fazer as coisas que achamos corretas pq a unica verdade absoluta e viver pela graça de Jesus que é maravilhoso e me amou primeiro. Isso sim é a unica verdade que eu sei.
Glorificado seja o nome do senhor aleluia

Anônimo disse...

Porque não precisamos guardar o Sábado

RAZÕES PELAS QUAIS NÃO PRECISAMOS GUARDAR O SÁBADO.
Tenho lido seus 9 motivos para não guardar o sábado.
Infelizmente tenho notado claramente muita falta de informação e falta de conhecimento a respeito dos Adventistas e outros sabatistas. Também tenho notado claramente algumas distorções de certas passagens bíblicas. É sabido que a quebra do quarto mandamento vem da igreja Romana – A grande Babilônia- Apocalipse 14:12 lá diz: Um segundo anjo o seguiu, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição. Pois bem, qualquer denominação religiosa que ataca ferozmente o sagrado Sábado tem bebido do vinho da ira de da prostituição de Babilônia. Quer você fazer parte desta prostituição? Caro João Flávio Martinez rogo a Deus que reconsidere seus argumentos contra o Santo Sábado do Senhor. Para isso vou lhe enviar algumas passagens Bíblicas na intenção de lhe ajudar a compreender a verdade sobre o Sábado. Leia com atenção e peça a orientação do Espírito Santo para lhe ajudar a compreender tais passagens. São elas: l Pedro 2:4-8, Apoc. 14:12, Gên. 2 ;12, Êxodo 2º:8-11, Êxodo 31:15, Salmos 19;8-78:7, Salmos 112:1, 119: 6, 21,86,98,127,15ª,172, Prov.6:23, Apoc. 14:12-12:17,Deut 5:4, teríamos muitos mais, mas vou finalizar com Isa. 56:2- 58:13-66:23, Eaq. 20:20,21,24- 22:8 –Lucas 23: 54,56. Veja, tem muito mais de 9 motivos para se guardar o sábado.

Anônimo disse...

Não vou prolongar-me muito em meu comentário, mas quero aqui que vocês me tirem uma dúvida. O texto de Mateus 12.1, demonstra ou não Jesus violando o Sábado? Vejamos: "Naquele tempo passou Jesus pelas searas num dia de sábado; e os seus discípulos, sentindo fome, começaram a colher espigas, e a comer".
Jesus colheu, e colher não é um trabalho? ele (Jesus) não estava simplesmente comendo, ou curando alguém, mas realizando uma colheita! E porque será que ele (Jesus), não realizou essa colheita na sexta, até as 18h?
Será que Jesus não se lembrava que o dia seguinte seria o sábado? Há quem afirme, está Ele realizando um bem necessário, que seria saciando a fome sua e dos discípulos. E porventura, quando uma pessoa trabalha em uma repartição ou seja lá onde for, não estará ela também (com a graça de Deus) garantindo a sua sustentabilidade?
Vou pára por aqui, mas tirem vocês mesmos suas próprias conclusões!

Anônimo disse...

Maycon Batista - Sou adventista

Só uma prova. Deus não aboliu e pronto, e tb não tem Domingo pra santificar na Biblia, quem santifica é ingnorante em relação a biblia, ler, sabe, mais não entende, quando Jesus chegar, vai se lamentar!

17 Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.

18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum
passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido.

19 Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim
ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os
cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.

Anônimo disse...

Maycon Batista - Sou adventista

Em Ezequiel 20: 12 e 20
fala que o sabado é o dia do senhor e temos que santificar

Mateus 5 17 até o 19

Deus não aboliu

Exodo 20 8

lembra-te do Sabado!

Tiago 2- 10

SABADO

Anônimo disse...

Irmãos Assembleianos, Catolicos, Batistas, Deus faz um apelo em apocalipse 18

"SAI DELA POVO MEU"

No fim, muitos se lamentaram

Pesquisem no youtube videos do programa NA MIRA DA VERDADE
vc vão gostar

Marcello Correia disse...

Marcelo Correia
Eu necessito adorar ao Senhos todos os dias da minha vida, segunda à segunda, pois para mim todos os dias são o dia do Senhor, Pois o Senhor Jesus é também Senhor do sábado, como também do domingo, da segunda... É em JESUS que busco a santidade e suas bençãos. Um dos comentários feitos acima é bastante pertimente: (Romanos 13:8-14. Conforme foi colocado no estudo, e penso ser a visão da maior parte cristã do assunto, a lei NÃO foi abolida, muito pelo contrario, somos levado pelo Senhor Jesus a cumpri-la não na letra mas no Espirito de vida, que é Jesus, mediante sua fé e sua graça pela qual somos justificados. E mais, conforme Rm. 13:8-9"...porque quem ama aos outros cumpriu a lei. Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furturás; não dirás falso testemunho; não cobiçarás; e E SE HÁ ALGUM OUTRO MANDAMENTO, TUDO NESTA PALAVRA SE RESUME: AMARÁS AO TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO.É como se o Senhor Deus nos levasse a um nível mais profundo de intimidade na nossa relação para com Ele. Portanto, não vejo necessidade de guarda um dia apenas, pois todos são para seu louvor e adoração. Prefiro viver pela fé e ser justificado Nele mediante sua graça ao ser réu da lei, pois teriamos que cumpri-lá integralmente, inclisive circuncidar...

Anônimo disse...

Eu vejo estudo biblico disso daquilo eu vejo pessoas cheias de certeza, mas espera ai o pastor que escreveu td isso contra o sabado, sabe por que ele cultua a Deus no domingo?
Desde quando o domingo virou o sabado cristao?
Ja li a biblia do inicio ao fim e nao vi apostolo se reunindo no domingo para cultuar a Deus Cristo.
Cambada de mentecapto vao estudar historia e ai saberao que o domingo foi estabelecido primeiramente em 165 dc por justino o monge da igreja catolica e posteriormente por Constantino em 312 dc, pois o mesmo era adorador do deus pagao mitra (sol) e em 332 dc pelo concilio de laodiceia onde se tornou lei e quem nao cumpria morria.
Martinho lutero, Joao Calvino, John Weslley e outros iniciaram a reforma, porem os "bonitos" (evangelicos atuais) resolveram estacionar e pagar pau para a igreja catolica.
Deus cobrara segundo a luz que cada um teve entao caros quando Deus for julga los levem a biblia para dialogar com Deus. Hehehe...

Anônimo disse...

Para início de conversa, os adventistas não pregam a lei...e sim a graça!!!A lei vem como consequência de um amor sincero por Deus...quem ama, obedece porque Deus jamais colocaria a lei se não fosse para o nosso bem...para nossa prevenção contra a infelicidade.Deus sabe muito bem que não somos felizes adulterando, matando, roubando etc...assim, ele sabe que o ser humano precisa adorá-lo todos os dias, mas deve tirar um dia para descansar nele, e isso faz bem para a própria pessoa, para sua comunhão com Cristo. O porque que Deus escolheu o sábado eu não sei, lá no céu vou poder perguntar...mais nem questiono, porque obedeço a Ele...e obedeço em amor!!!Os adventistas nunca guardaram o domingo, quem mudou na bíblia do sábado para o domingo foi Costantino, por isso que na bíblia católica está escrito para guardar o domingo, mas isso foi uma mudança de um homem...não a mudança de Deus...pois Deus é claro de que ai de alguém mudar a sua palavra!Não sou adventista do sétimo dia...mas estudo muito a bíblia, e sei que eles estão corretos com seus pensamentos pois a bíblia é bem clara em relação ao sábado! O sábado nunca foi abolido, até porque Paulo, que foi um profeta bem depois de Cristo guardava o sábado...e se alguém quiser posso dar passagens bíblicas! Não critiquem os adventistas, parem de procurar um defeito no outro, e procurem em vocês. Toda igreja tem a sua hipocrisia, tem suas coisas erradas em baixo do pano...então olhem para a igreja de vocês...e parem de julgar, procurem conhecer antes de julgar.

Anônimo disse...

Paz seja convosco


Jesus não aboliu lei alguma, muito pelo contrário em Mateus5:17 podemos ler que Jesus não veio para revogar a lei e sim para fazer com que fosse cumprida,
Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir. Mateus 5:1
Então estão no engano aqueles que pensam que Jesus revogou a lei, se Deus instituiu a lei como Jesus iria revogar.
Sabado foi o dia que Deus descansou de toda a sua obra, e devemos sim guardar o sabado, guardando em oração, em retratação dos erros e pecados.
Abra os olhos espirituais para entender no profundo a palavra de Deus, que ela é viva e eterna.
Que Deus abençoe a todos

Lina Salustio disse...

Resolvi Guardar o sábado do Senhor e aconteceu algo sobrenatural

Já indo para 6 anos descobri através de um servo de Deus e Jesus Cristo o quanto eu era amada por Deus e Jesus, desta forma imediatamente me rendi aos pés de Jesus Cristo e fui batizada através de uma Igreja evangélica pentecostal.
Desde este dia sou feliz, amo a Deus a cada segundo da minha vida é tanto amor que recebo dele que muitas vezes tenho vontade de gritar mais gritar desesperadamente o nome dele para todos ouvirem.já a alguns anos depois da minha entrega a Deus e Jesus Crito, entrego nas ruas como doação de amor varias bíblias todos os dias antes de começar o meu trabalho em uma empresa.
Minha Igreja não tem estudo bíblico então eu querendo saber tudo de porque Deus me amava tanto procurei e ouvi falar que a Igreja Adventista do Sétimo dia tinha o melhor estudo bíblico do mundo e que mostrava as verdades direto da Propriá palavra de Deus texto e contexto apenas na bíblia sempre na bíblia e que era tudo sem cobrar nada, DVDs de estudos grátis pelo correio e que melhor ainda tinha um canal de televisão chamado novo tempo na net 184 que dava os ensinos 24 h interruptivos,era tudo o que eu queria .
Acabei encontrando todas as resposta e hoje depois de um ano de estudos sem sair de casa e sem pagar um centavo descobri toda a verdade da bíblia sagrada sem mascara ou maquiagem, porém, eu apenas não conseguia entender como eu uma pessoa que pensa em Deus 24 horas e o ama tanto a cada segundo deveria obedecer o quarto mandamento que foi escrito pelo próprio dedo de Deus para guardar o sábado e não o domingo, eu entendia que eu já o amava demais todos os dias não precisava de um dia para isso mais que ele já tinha de mim todos os dias.
A duas semanas, eu , creio que dirigida pelo Espirito Santo, resolvi que iria guardar um sábado para adoração a Deus, sem fazer nada do meu interesse e sim guardar o dia inteiro só fazendo coisas para Deus como ler a bíblia,ouvir louvores,evangelizar pelo Zap, ver vídeos bíblicos, orar a Deus conversando com ele o dia inteiro pois aquele dia seria somente para ele.
Foi a maior experiencia que tive nestes quase 6 anos que o conheci, comecei a guarda do sábado para o Senhor, eu orei pela manha,comecei a evangelizar pelo Zap, li a bíblia escolhi Ezequiel e depois de 4 ou 5 horas me guardando percebi em mim uma grande alegria desde a hora que eu havia acordado pela manha e percebi que eu não lembrei de meu trabalho na empresa, não lembrei dos meu problemas,parecia que eu não estava aqui na terra eu senti que algo estava me protegendo de tudo na realidade a minha mente só pensava em Deus e Jesus,eu realmente estava com a minha mente limpa de tudo eu me sentia alegre , descansada de tudo do mundo, chorava muito quando percebi que a guarda do sábado não era para Deus e sim era Deus e Jesus Cristo que estavam me guardando, me cuidando com muito amor e carinho pois chorava porque sentia me em outra dimensão, não sou louca e nunca deixei de amar a Deus eu nunca havia recebido esta benção de esquecer de tudo do meu mundo circular. Foi uma experiencia incrível, então descobri que Deus só havia detalhado tanto com seu próprio dedo no quarto mandamento textualizando mais neste mandamento do que nos outros nove porque ele queria realmente que nos os filhos dele entendesse que este mandamento foi criado para que ele pudesse cuidar de nos, colocando- nos no seu colo pois eu senti a verdadeira comunhão com a Trindade algo maravilhoso aconteceu, hoje já estou na guarda do meu segundo sábado e passei a semana toda me preparando, eu contei as horas para chegar na sexta feira no por do sol 7:27 H, agora estou compartilhando este testemunho porque Deus me tocou muito.

Buscai primeiro o reino dos Céus e outras coisas, vos serao acrescentada.
A melhor maneira que o homem dispõe para se aperfeiçoar, é aproximar-se de Deus.
Deus é a lei e o legislador do Universo
Felizes são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!

Que a Paz e a Graça do Senhor Jesus Cristo permaneça em sua vida para sempre,Ámen, Ámen e Ámen.





Anônimo disse...

SOu Adventista e declaro que: v6 lemmmmm mais não entemdem!!!Em Verdade Vos digo que eu explico pra v6 cada texto bíblico que v6 tiverem sobre a lei. podem mandar que eu respodo tudo!!!

andre gonçalves disse...

Sabem por quê eu sou Adventista, e guardo o sábado???
porquê Jesus guardou ,Maria guardou,os discípulos guardaram,os patriarcas,os Apóstolos,os profetas,inclusive Deus!!!!
Agora se a bíblia me ensinasse que eu teria que guardar o domingo ,eu estaria na Assembleia de "Deus", Quadrangular,Deus é Amor e em outra congregação pagã.
agora a pergunta é porque v6 guardam o domingo???v6 tem base bíblica pra isso??fiquem sabendo de uma coisa , daqui um tempo vão matar os que guardam o sábado!! e sabem quem são esses pessoas??v6 Hipócritas!!! no livro de Apoclipse cap. 12 fala de uma igreja que está sendo perseguida por uma dragão,e esse dragão está perseguindo a mulher é não conseguiu ele foi pelejar contra os restantes da sua descendências ,quem será ???Ver o vers.17 os que guardam os Mandamentos que "Jesus" aboliu na cruz.é engraçado Né... "jesus aboliu os mandamentos ,mas no livro de Apocalipse um dragão está tentando destruir uma mulher ,ou seja , uma igreja que guarda os Mandamentos. Deixa eu fazer uma pergunta, você ama Jesus?? você conhece Jesus???
Então leia esses versos:
João 14:15,João 15:10 e vers. 21,1 João 2:4
isso quem está falando não é a igreja Adventista!! Há meu querido não acredite na Igreja Adventista e nem em mim, mas acredite na bíblia...
O meu é o seu papel não e com a igreja e nem com líder religioso,mas sim com a bíblia
Querido se vc for conversar com qualquer pessoa sobre o sábado, eles vão discordar de mim!!! mas eu não quero que eles concordem comigo. por isso amigo eu te ofereço um curso bíblico grátis. Acesse o site (WWW.estaescrito.com.br) peça seu e grátis e chega em 20 dias. Que Deus te Abençoe....

Alexandre dias Mescoloto disse...

AS SETE VERDADES BÍBLICAS SOBRE O SÉTIMO DIA_parte1de5


Esse escrito é dirigido exclusivamente aos cristãos de todos os seguimentos. Se você for um deles, leia, pois é curto , mas bem interessante.


A maioria cristã faz uma tremenda confusão a respeito de sábados e domingos. Os cristãos, em minoria, julgam corretamente que o Criador, que nunca muda, jamais aceitaria que uma só de suas leis fundidas nas Rochas Sagradas pudesse ser “lixada” pelos homens, portanto, creem firmemente que o Sábado é o Dia do Senhor. Outra parte considerável crê que Jesus teria revogado todas as dez leis a favor da religião da graça e da liberdade. Uma terceira parte, bem maior, prefere crer que pela ressurreição de Jesus ele teria revogado o Quarto Mandamento a favor do domingo, permanecendo, então, como válidos, os demais mandamentos (nove).

ONDE ESTÁ, ENTÃO, DE FATO E DE DIREITO, A VERDADE BÍBLICA? Ora, vamos colocá-la aqui, resumidamente, mas de modo tão legítimo, tão cristalino e conclusivo que não dará chance alguma a qualquer refutação, sem se ingressar no farisaísmo religioso (o que é pior do que não ser cristão).

Vamos às Sete Verdades que não têm como ser desmentidas, pois Está Escrito:

1) O Mandamento do Sétimo Dia foi instituído na Criação do mundo (Gênesis 2:3), não para o próprio Criador, pois em sua perfeição jamais criaria um Mandamento para si próprio, não tem como e, como Espírito Perfeito jamais se cansa, então o Mandamento do sábado foi criado para o homem, pois ele, sim, necessita de um dia de descanso na semana. O próprio Jesus legitimou isso no Evangelho ao reger:

“O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado; de sorte que o Filho do homem é, também, o Senhor do sábado”. Jesus Cristo, em Marcos 2:28. Se o Filho de Deus afirmou que o sábado foi criado para o homem, então o sábado foi criado para a Humanidade, assim como os castigos promulgados contra Adão e Eva foram, também, dirigidos à Humanidade.

Quanto a ser o Senhor do sábado, Jesus também afirmou que é maior que o Templo (Mateus 12:6, maior que Abraão (João 8:57), maior que Jonas (Lucas 11:32), maior que Salomão (Mateus 12:42) e mais importante que Jacó, sem desmerecer qualquer um deles, portanto, também não desmereceu o santo sábado, pois é o Senhor de Tudo, pois está Escrito que Deus lhe deu toda a autoridade sobre tudo o que existe:

“Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra”. Jesus, em Mateus 28+18,

2) A maioria evangélica, católicos e ortodoxos julgam, temerariamente, que a Ressurreição de Jesus teria anulado, teria riscado das Rochas de Deus o Mandamento do Sétimo Dia, dando lugar ao primeiro dia da semana, o tal domingo, mas isso é absolutamente impossível, pois não há uma só linha no Evangelho que autorize tal mudança, mesmo porque Está Escrito que Deus Nunca Muda em suas Promulgações à Humanidade:

“Seca-se a erva, e cai a flor, soprando nela o Espírito do Senhor. Na verdade o povo é erva. Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente”. Isaías 40:7.

“Porque toda a carne é como a erva, e toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor, mas a palavra do Senhor permanece para sempre. E esta é a palavra que entre vós foi evangelizada”. I Pedro 1:24. CONTINUE LENDO


Alexandre dias Mescoloto disse...

AS SETE VERDADES BÍBLICAS SOBRE O SÉTIMO DIA_parte2de5

Então, segundo as Escrituras, o sábado é para sempre, e se teria havido mudança a respeito, essa foi criada pelo homem e nunca por Deus. Quanto a isso, num descuido, o clero católico confessa, por escrito, o seu gravíssimo erro ao atentar violentamente contra o Sétimo Dia.:

“A Igreja de Deus, porém, achou conveniente transferir para o domingo a solene celebração do sábado”. Catecismo católico, Edição2, Editora Vozes, Petrópolis, RJ. 1962.

3) Uma parte dos cristãos julga que Jesus acabou com as leis a favor da graça e da liberdade, mas Jesus fez tudo exatamente ao contrário, pois legitimou TODAS as leis do Decálogo em sua primeira pregação à Humanidade, no Sermão do Monte e ainda amentou o grau de observação em algumas das 10 leis (Mateus, 5:21 a 32.

“Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei sem que tudo seja cumprido”. Jesus, em Mateus 5:17 a 37. Está Escrito que tudo será cumprido na Consumação dos Séculos, no Grande Dia de Jesus, quando os Portais do Reino de Deus serão abertos aos mortais de Jesus, antes fechados desde Adão e Eva (João 14:1 a 3, como também em 1 Tessalonicenses 4:13 a 17).

Se Jesus Cristo afirmou que das leis de Deus Pai nem mesmo um simples til se poderá retirar, é absolutamente impossível atentar contra a lei do sábado, pois o Quarto Mandamento contém 80 palavras ou 433 caracteres. E assim, pelo menos até o Grande dia da Volta de Jesus, o sábado é para sempre!

4) A ampla maioria cristã alega que em sua vida pública Jesus teria violado os sábados ao trabalhar nesse dia, mas quem o acusou de violar os sábados foram os fariseus, os filhos do diabo, assim como Jesus Cristo os nomeou em João 8:44. A respeito dessa acusação dos filhos de Satanás, vamos ver que Jesus respondeu a eles que apenas APARENTAVA que ele desrespeitava os santos sábados:

“Se o homem recebe a circuncisão no sábado, para que a lei de Moisés não seja quebrantada, indignais-vos contra mim, porque no sábado curei de todo um homem? Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça”. Jesus, em João 7:23

“E, tomando a palavra o príncipe da sinagoga (filho do diabo acusador), indignado porque Jesus curava no sábado, disse à multidão: Seis dias há em que é mister trabalhar; nestes, pois, vinde para serdes curados, e não no dia de sábado. Respondeu-lhe, porém, o Senhor, e disse: Hipócrita, no sábado não desprende da manjedoura cada um de vós o seu boi, ou jumento, e não o leva a beber? E não convinha soltar desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa?”. Lucas 13:14-16, Jesus revela que o amor de caridade tem preponderância sobre qualquer lei (1 Coríntios 13:13)..
“E, estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada; e eles (os fariseus do diabo), para o acusarem, o interrogaram, dizendo: É lícito curar nos sábados? E ele lhes disse: Qual dentre vós será o homem que tendo uma ovelha, se num sábado ela cair numa cova, não lançará mão dela, e a levantará? Pois, quanto mais vale um homem do que uma ovelha? É, por consequência, lícito fazer bem nos sábados. Então disse àquele homem: Estende a tua mão. E ele a estendeu, e ficou sã como a outra. E os fariseus, tendo saído, formaram conselho contra ele, para o matarem”. Mateus 12:10-14. CONTINUE

Alexandre dias Mescoloto disse...

AS SETE VERDADES BÍBLICAS SOBRE O SÉTIMO DIA_parte3de5

“E os escribas e fariseus (filhos do diabo) observavam-no, se curaria no sábado, para acharem de que o acusar. Mas ele (Jesus) bem conhecia os seus pensamentos; e disse ao homem que tinha a mão mirrada: Levanta-te, e fica em pé no meio. E, levantando-se ele, ficou em pé. Então Jesus lhes disse: Uma coisa vos hei de perguntar: É lícito nos sábados fazer bem, ou fazer mal? salvar a vida, ou matar? E, olhando para todos em redor, disse ao homem: Estende a tua mão. E ele assim o fez, e a mão lhe foi restituída sã como a outra. E ficaram cheios de furor, e uns com os outros conferenciavam sobre o que fariam a Jesus”. Lucas 6:7-11.

“E dizia-lhes Jesus: Invalidais o Mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição”. Jesus, em Marcos 7:9

5) O sábado é o ÙNICO Mandamento chamado por Deus de Santo e Bendito e o Único estabelecido como UM SINAL entre ele e a Humanidade: “Santificai os meus sábados, pois servirão de sinal entre mim e vós, para que saibais que eu sou o SENHOR, vosso Deus”. Ezequiel 20:20.

Ora, se o sábado foi estabelecido por Deus como UM SINAL entre ele e a Humanidade, de modo algum jamais sairá dessa condição divina. Quanto aos que julgam que esse Sinal foi dado apenas aos israelitas, então, nesse caso, nós não podemos nos servir de nenhum livro do Velho Testamento, nem dos Salmos, etc. e nem mesmo de Malaquias, muito usado para legitimar os dízimos. É ou não é? Dois pesos e duas medidas não vale! Além disso, abaixo, no capítulo 7, Está Escrito que nós somos os legítimos herdeiros dos israelitas e que Jesus, de todos nós, fez UM SÓ POVO.

6) Dizem os sábios que um bom exemplo vale mais que mil palavras. É ou não é? É claro que é! então, vamos ver os vários exemplos de Jesus e de sua Igreja Primitiva santificando os sábados (que valem mais que milhões de palavras) até mesmo décadas após a Ressurreição? Essa parte ANULA completamente as pretensões dos que defendem erradamente o domingo “substituindo” o Sábado Santo, solene e Abençoado do Senhor:

“E, chegando a Nazaré, onde fora criado, (Jesus) entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler”. Lucas 4:16. Jesus, nos concedendo o exemplo, pois segundo o Mandamento e a Tradição israelita, guardou o sábado por toda a sua vida.

Antes da ressurreição de Jesus, os cristãos faziam do sábado um dia de louvor, em local sem teto e sem paredes:

Vejamos a Igreja Cristã aos tempos de Paulo, mesmo depois da ressurreição de Jesus os cristãos de Paulo faziam do sábado um dia de culto e louvor, na Igreja de Deus, sem teto e sem paredes:
“No dia de sábado, saímos fora da porta, junto ao rio, onde julgávamos haver um lugar de oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que para ali tinham concorrido”. Atos dos Apóstolos 16:13.
Esse preceito revela, com toda clareza, um culto de louvor aos sábados pelos cristãos. As mulheres cristãs sempre trabalhavam, só não aos sábados. Então, segundo o preceito acima, estavam em dia de descanso, santificando os sábados assim como os homens!

“No sábado seguinte, concorreu quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus, mas os judeus, vendo aquela concorrência, encheram-se de inveja...”. Atos 13:41 - 44.
Se os judeus encheram-se de inveja não se tratava de uma reunião judia aos sábados, pois aconteceu ao ar livre, junto a um rio, pois é evidente que, quase toda CONTINUE LENDO

Alexandre dias Mescoloto disse...


AS SETE VERDADES BÍBLICAS SOBRE O SÉTIMO DIA_parte4de5
a cidade não caberia num salão ou num templo, então, está claro que essa reunião, para adoração, no santo dia do Senhor, foi realizada ao ar livre.
Tratou-se de um culto cristão sem teto, nem paredes, que reuniu quase toda a cidade para louvar no sábado. A Palavra Escrita registrou essas duas revelações e várias outras idênticas colocadas a seguir como veremos, exatamente para revelar-nos que o sábado sempre será o Dia do Senhor, não importa que no catecismo católico, como também na maioria dos seguimentos evangélicos esteja completamente diferente da Proclamação do Deus Imutável

“E todo o sábado, ensinava na sinagoga, persuadindo tanto judeus como gregos”. Atos 18:44

Os defensores do domingo, inventado, argumentam, falsamente, que Paulo comparecia às sinagogas dos judeus aos sábados, porque era nesse dia que podia encontrá-los, mas não é o caso aqui, pois, pela sua tradição, os judeus jamais aceitariam que gentios pagãos - no caso presente os gregos - participassem de cerimônias em seus templos, em simples reuniões e nem mesmo jamais aceitariam permanecer com eles ou com outros pagãos no mesmo ambiente. Sabemos que o santo em vida Paulo não ensinava somente aos judeus, mas principalmente aos demais pagãos. Quanto a isso, se os primeiros cristãos guardavam o sábado mesmo após a ressurreição de Jesus, só isso prova a Grande Mentira do tal domingo, um feito gigantesco de Satanás, segundo o Apocalipse 13:7.

Em Atos dos Apóstolos, conforme a tradição dos apóstolos de santificarem os sábados, um preceito é usado como referência ao Quarto dos Mandamentos:

“Então voltaram para Jerusalém, do monte chamado Olival, que dista daquela cidade tanto como a uma jornada de sábado...”. Atos 1:12. Ora, ao se referirem a uma jornada de sábado como exemplo pelos apóstolos de Jesus, é certo que se tratava de um preceito em uso.

“Orai para que vossa fuga não se dê no inverno, nem no sábado”.
Jesus Cristo, em Mateus 24:20, ressalta, novamente, a grande importância do sábado (nem no inverno que é muito frio, o que dificultaria a fuga dos inimigos romanos (na terrível carnificina, no massacre contra os judeus nos anos 70, no episódio Masada), nem nos sábados porque é o Dia Santo de Deus, consagrado para descanso e louvor.

7) Os cristãos, em parte, alegam, altamente equivocados, que o Decálogo do Monte Sinai, no qual o sábado está intrínseco, teria sido dado apenas aos israelitas, e não a nós do Evangelho, por isso, alegam que “nós não temos obrigação de guardar”. Mas vejamos que a Verdade do Evangelho de Deus que nos faz herdeiros dos israelitas:
“E todos os profetas, a começar por Samuel, assim como todos os que depois falaram, também anunciaram estes dias. Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que Deus estabeleceu com vossos pais, dizendo a Abraão: Na tua descendência serão abençoadas todas as nações da Terra”. Atos dos Apóstolos 3:24 - 25. Os herdeiros não herdam apenas as bênçãos, mas também as obrigações.

Novamente, a Verdade do Evangelho faz dos cristãos e de Israel um só povo:

“Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades. E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto; porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. Leia a parte final

Alexandre dias Mescoloto disse...

AS SETE VERDADES BÍBLICAS SOBRE O SÉTIMO DIA_parte-final
já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus”. Efésios 2:14 a 19.

“...na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos que consistia em ordenanças...”. Esse verso, retirado do preceito acima, nada tem a ver com a derrocada do Decálogo, pois sendo isso impossível, o apóstolo Paulo, sempre dirigido pelo Espírito Santo de Deus, se refere às ordenanças e leis antigas, provindas de Levítico, criadas numa época para regular as ações dos israelitas nos difíceis 40 anos de deserto, mas que de forma alguma tiveram lugar no Evangelho de Jesus. E isso Está Escrito em Lucas 16:16, que revela:

A lei e os profetas vigoraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele. E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei. Lucas 16:16 e 17 Esses dois preceitos nos mostram a derrocada (no Evangelho) das leis que escravizavam, que amaldiçoavam e até poderiam nos matar, se tivessem sido integradas no Evangelho. Em seguida a essas colocações, a Palavra de Deus novamente legitima o Decálogo de Deus (as 10 leis).

“O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado; de sorte que o Filho do homem é, também, o Senhor do sábado”. Jesus Cristo, em Marcos 2:28, respondendo à irritação dos judeus quando permitiu que seus amigos colhessem espigas (Mateus, 12:1), com o objetivo de mostrar que o amor de caridade tem de sobrepor-se a toda e qualquer lei, pois é maior que a fé (1Coríntios 13:13) e, por isso, tem de sobrepor-se até mesmo ao mandamento do Sábado, pois seus amigos estavam com fome pelas longas caminhadas. Da mesma forma, Jesus citou Davi que, com fome, ele e os seus amigos avançaram e comeram dos pães sagrados do templo, coisa proibida até para o rei, pois em ambos os casos não se poderia transferir a solução para o dia seguinte. Essa é a regra do sábado santo.
Nesse mesmo preceito, Jesus legitima o sábado mais uma vez: o sábado foi criado pelo Deus Imutável por causa do homem. Portanto, enquanto existir o homem na Terra os sábados terão de ser observados, pelo menos pelos cristãos. E inegavelmente é mais uma Verdade do Senhor Deus que não pode ser contestada por ninguém, e de modo algum!

Para aquele que julga que todos os dias são de Deus, isso é verdade, mas só um ele elegeu como Um SINAL entre ele e o homem e o único dia que nomeou como Santo e Bendito.


Quem precisa de mais que isso para inteirar-se de que O SÁBADO É PARA SEMPRE??? PONTO FINAL!

Waldecy Antonio Simões.

walasi@uol.com.br

www.segundoasescrituras.com.br

Nesse site, temos um escrito que completa perfeitamente esse presente escrito, de nome
O Tratado sobre as leis de Deus, no qual nos mostra como o sábado de Deus foi corrompido e porquê.

Veja, também, o arquivo 137 de nome AS SETE VERDADES SOBRE O SÉTIMO DIA